Quando a Justiça do Coração fala mais alto que a Legislação

by

Oliver Jufer, um suíço de 57 anos, resolveu pichar cartazes com a imagem do rei da Tailândia Bhumibol Adulyadej, o que o levou a ser preso em dezembro/2006 e no mês passado ser condenado a 10 anos, em um tribunal na cidade de Chian Mai.

O acontecimento foi uma rara ocasião em que as atenções se voltaram para as rígidas leis de lesa-majestade daquele País, que proíbem qualquer crítica à monarquia e impedem que a maioria dos tailandeses possa até mesmo discuti-las, apesar de ser genuína a reverência popular à Sua Majestade.
Lá a mídia local pode apenas elogiá-lo.

Mas até o monarca, que está no trono há 60 anos, pareceu questionar essas leis draconianas quando, num discurso recente, comentou que é errado colocá-lo acima de críticas.

“Eu não tenho medo se a crítica é relacionada ao que faço de errado, porque aí saberei (meus erros)”, disse.

“Se você diz que o rei não pode ser criticado, isso significa que o rei não é humano.”

Se as leis vão mudar só o futuro dirá, mas no momento a luz que brilha é a do bom senso e da justiça do coração do Rei Bhumibol que perdoou o cidadão suíço.

E quem sabe esse saudável gesto real seja o primeiro passo para alterações na legislação que venham permitir a liberdade de expressão do cidadão tailandês?

Fonte: bbc/Br
Essa Foi Boa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: