QUANDO O LIXO VIRA MÚSICA O HOMEM APLAUDE E A NATUREZA AGRADECE

by

Sem nenhum apoio fixo ou patrocínio, a ONG itinerante Ciclo Natural, cria instrumentos a partir do lixo do tipo tubos de PVC, pedaços de madeira, chaves velhas, e tampinhas de garrafas Pet e realiza cursos pelo Brasil.

Foi fundada em 2001 por  Marco Antonio Arruda e Ciro Kastrup, dois músicos que, coincidentemente, estudavam separadamente o reaproveitamento de materiais descartáveis.

Os dois, juntamente  com  Sérgio Eduardo Itajahy, programador visual e Luis Aragão,assessor de comunicação, tornaram-se “arte-educadores”, (termo para quem dissemina voluntariamente seus dotes artísticos), realizando cursos com duração de seis meses ou oficinas de apenas um dia. São cursos abertos à todas as faixas etárias, com mensalidades acessíveis para classes menos privilegiadas como é o caso das comunidades carentes.

Nos cursos mais demorados, os participantes se aprofundam no mundo dos ritmos reciclados. Já nos mais curtos, o aprendizado se restringe à produção de instrumentos simples tais como: 
* Cortina de chaves:chaves velhas se unem ao conduíte e muito barbante  para dar o som

* Latobanjo: o som parecido com o do cavaco, feito com latas de biscoitos

* Tambor falante: feito com um grande cano de PVC e náilon, que recria um instrumento originário da África

* Turum: instrumento de percussão, feito de PVC e madeira (apoio)

* Cabaco: reproduz o som do cavaco

* Caixa do divino: a principal matéria-prima deste instrumento originário do Maranhão é a madeira

* Flauta pan: feita de bambu e barbante

* Formolim: semelhante ao bandolim, feito a partir de fôrma de bolo

* Marimba de bambu (ecológica): bambu, PVC e o emborrachado EVA

* Cortina de tampinhas: tampinhas de garrafas Pet unidas por barbante

* Conduíte: o cano isolador dos fios elétricos já vem pronto para ser um instrumento de sopro

* Paralata: lata com parafusos que faz som de chocalho

Mas qualquer que seja o curso, para todos, a lição é a mesma: o lixo pode virar música.

                                                                   Essa foi Boa!
fonte:Revista Galileu – Reportagens

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: